quarta-feira, 22 de junho de 2011

Quatro Pessoas Atropeladas na Estrada do Carvão em Campos.


Foto Léo Berenger
Três crianças e um homem foram atropelados por um motorista supostamente alcoolizado e sem habilitação na estrada do Carvão, na tarde desta quarta-feira (22/06). O acidente aconteceu 15 minutos antes dos alunos da Escola Municipal Gonçalo Francisco Nunes saírem das aulas.


De acordo com moradores Luiz Antônio Sabóia, de 50 anos, esbarrou o meio fio, perdeu o controle do carro atropelou as pessoas que estavam numa calçada e foi parar do outro lado da pista atingindo um muro.

“Eu não estava bêbado, o pneu da frente que estava careca”, disse o motorista, que estava sem a carteira de habilitação, à equipe do Site Ururau.

Felipe Coutinho Frade, de 23 anos, o filho Luiz Felipe Frade de dois anos, foram socorridos para um Hospital particular de Campos. Jamile Vieira Conceição e Maisa, ambas de nove anos tiveram ferimentos leves e foram socorridas para o Hospital Ferreira Machado (HFM) e estão em observação.

De acordo com a avó de duas vítimas, Conceição Coutinho, algumas pessoas estavam na calçada conversando enquanto as crianças brincavam. “O acidente aconteceu muito rápido, ninguém teve tempo de correr”, ressaltou.


Familiares e vizinhos tentaram linchar o motorista, mas a polícia conteve a população. Eles agrediram verbalmente o motorista, que ficou nervoso, mas calado dentro da viatura, enquanto a polícia fazia a ocorrência do acidente. O trânsito no local ficou lento, mas a pista foi liberada.

FALTA DE QUEBRA-MOLAS.

Moradores da localidade do Carvão, reclamam da falta de um quebra-molas em frente à escola municipal.

“Faz quatro meses que nós pedimos a Empresa Municipal de Transportes (EMUT) para construírem um quebra-mola, mas até agora nada. Aqui tem uma escola e um posto de saúde”, disse a dona de casa e moradora da localidade Delcimara Manhães.

“Um homem bêbado, pegou todo mundo que estava na reta. Depois que asfaltou a estrada está muito perigosa”, informou a tia de uma das vítimas, a dona de casa Maria José da Conceição.

fonte: ururau

Nenhum comentário:

Postar um comentário