sábado, 25 de junho de 2011

Acidente Com Vitima Fatal na RJ-224 em São Francisco do Itabapoana.

Fotos blog Paulo Noel
Um caminhão bi-trem carregado de cana de açúcar tombou por volta das 12h30m desta sexta-feira, 25, na Rodovia RJ-224, na localidade de Ladeira das Pedras em São Francisco de Itabapoana (RJ). Segundo informações de populares, o motorista de nome Levi Rodrigues de Almeida, 45 anos, que mora em Batelão de Barra, é quem conduzia o caminhão. Ele conseguiu sair da cabine e foi levado para o Hospital Manoel Carola com suspeita de fratura na clavícula.

Já o carona, Abigail Martins Campanhão, 48 anos, que morava em Batelão de Barra não teve sorte. Preso nas ferragens da cabine morreu no local após permanecer cerca de 20 minutos aguardando socorro do Corpo de Bombeiros. O caminhão é um modelo Mercedes Benz, placa MRJ- 9757 de Presidente Kennedy de propriedade do produtor rural e empresário Walter Junior. Seguia com destino a Usina Paineiras no Espírito Santo.

O Blog chegou cinco minutos após o acidente. Este blogueiro ainda conversou com Abigail. Com a intenção de mantê-lo acordado perguntei por duas vezes se estava sentido dores. Ele respondeu apenas: “Acho que vou morrer”. Enquanto o desespero tomava conta de todos na ânsia de ajudar, o resgate da prefeitura de SFI e o Corpo de Bombeiros em Guarus foram acionados e informados do acidente.

O resgate chegou cerca de 40 minutos após acidente. Quando o Dr. Darcy, medico do resgate, chegou próximo do acidentado pedindo para que os paramédicos trouxessem o soro com os medicamentos, após examiná-lo, ele voltou-se para o público, que assistia perplexo o socorro, e fez sinal negativo com a cabeça. Para o blog, Dr. Darcy disse que o acidentado tinha vindo a óbito. Não havia mais nada por fazer.

Restou ao Corpo de Bombeiros que chegou cerca de 2 horas após o acidente, retirar o corpo já sem vida de Abigail das ferragens.

Após mais este acidente, fica claro a necessidade urgente do município de São Francisco de Itabapoana contar com uma guarnição do Corpo de Bombeiros. Por mais boa vontade que tem os bombeiros de Campos, a distância é um empecilho para os bravos homens, heróis do fogo. É bom lembrar que o soldado bombeiro não apaga só incêndio. A função deles, é também salvar vidas de pessoas presas nas ferragens. Para Abigail o tempo não foi seu aliado. Talvez se fosse retirado de baixo da cabine logo após o acidente, estaria vivo. Ele morreu abraçado ao tronco de um eucalipto derrubado pelo próprio caminhão, imprensado ao banco da cabine do Mercedes Benz.
 
Fonte: blog Paulo Noel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário