sexta-feira, 22 de julho de 2011

Jovens Presos Com Armas, Drogas e Munições em Guarapari.

Divulgação
Uma operação policial prendeu três homens no início da manhã desta sexta-feira (22), no bairro Aeroporto, em Guarapari. Os jovens estavam em casas separadas e dormindo quando foram surpreendidos pelos policiais.

Foram apreendidos um quilo de maconha em barra, a mesma droga em 32 buchas menores, 16 papelotes de cocaína, crack e celulares. O grupo também estava com uma pistola, revólveres e munição.
 
Segundo a polícia, parte do material estava com  Thiago Nascimento, de 25 anos. O suspeito disse à polícia que trabalhava como sushiman, mas a investigação apontou o contrário.

Ainda de acordo com a polícia Thiago, Bruno Silva, de 23 anos, e Cristiano Vieira, de 19, fabricavam e traficavam drogas em três residências. Para intimidar os moradores mostravam as armas.
 
"As três casas eram utilizadas para preparação, endolação, corte e esconderijo das drogas.

Elas estavam escondidas pela casa do Bruno dentro de armários, enterrados no quintal, embaixo de lajotas e areias. A grande maioria estava enterrada no quintal", disse o delegado Diego Yamashita.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, a droga estava escondida e os rapazes também são suspeitos de terem assassinado uma pessoa dentro de uma dessas casas. "Pelo que nós observamos e investigamos, o Bruno era o líder deles e ele comandava as ações determinando os pontos de venda, os horários e quem ficava com que arma", afirmou o delegado.



Homem Armado Entra em Casa Pela Janela e Abusa de Menina de 14 Anos em Vila Velha.



Divulgação

Uma menina de 14 anos e as duas irmãs mais novas viveram momentos de terror na madrugada desta sexta-feira (22), em Vila Velha. A adolescente foi violentada por um homem armado que invadiu a casa da família pulando uma janela.

Segundo a família da vítima, o criminoso entrou na casa por uma janela e foi direto para quarto onde a menina dormia.

No mesmo cômodo dormiam outras duas crianças de sete e 12 anos de idade. Elas que acordaram assustadas, viram a cena e foram ameaçadas.

"Ele mandou minha irmã tirar a roupa e tirou a roupa. A cama estava fazendo barulho.

Ele é branco e gordo. Não dava para ver o rosto, ele tapava com a camisa. Ele estava armado e apontou a arma para minha cabeça", contou a irmã da vítima de sete anos.

Segundo a menina, o criminoso deixou o número do telefone para a vítima. "Ele perguntou se ela queria o número do telefone dele e ela disse que não.

Depois ele falou que era para ela ficar com o número do telefone dele e falou o número para ela gravar. Ele disse para ela: 'estou apaixonado por você'", afirmou a irmã de 12 anos.

O ato covarde aconteceu ao lado do quarto dos pais, que não viram e nem ouviram nada. "Eu estava no meu quarto dormindo.

Só vi quando elas levantaram e foram até o meu quarto e me falaram. Liguei pro meu sogro e saí para ver se pegávamos ele, mas não vimos ninguém.

Cheguei cansado do trabalho. Eu tenho costume de acordar todo dia, levantar  e olhar no quarto delas para ver com elas estão. Justamente essa noite, devido a eu ter chegado cansado do trabalho, bati na cama e dormi", disse o pai da adolescente. 
 
Acompanhada pelos pais, a menina passou por exames no Departamento Médico Legal de Vitória e, depois, a família seguiu para o hospital onde a menor tomou todos os medicamentos necessários.


fonte: Folha de Vitória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário