quinta-feira, 7 de abril de 2011

Violência No Rio. Homem Invade Escola Atirando e pode ter matado 12 Adolescentes e Deixado mais 20 Feridas.

Divulgação
De acordo com a Secretaria de Saúde, 20 crianças também teriam sido feridas no ataque desferido contra alunos da Escola Municipal Tarso Silveira, localizada na Rua General Bernardino de Matos. Responsáveis pelos alunos afirmaram que o criminoso teria disparado mais de cem vezes. O atentado aconteceu na manhã desta quinta-feira 07/04. Informações chegadas, são de que 10 meninas, um menino e o atirador, seriam as vítimas desta tragédia.

Divulgação
De acordo com o major José de Paula, subcomandante do 14º Batalhão (Realengo), o criminoso é ex aluno da escola.

"Tem muita confusão de pessoas e policiais no Albert Schweitzer. É um completo caos", disse um morador. Todo o hospital está mobilizado para fazer os atendimentos as pessoas que chegaram baleadas no hospital. O material de socorro está acabando.


Os adolescentes teriam idades de 12 a 14 anos. até o momento onze adolescentes morreram na escola e no hospital após serem atendidas, não resistindo aos ferimentos. O corpo do atirador continua no interior da escola, e foi identificado como sendo Welington Menezes de Oliveira de 24 anos.

Atirador Welington.
 Testemunhas no local afirmam que o atirador está entre os mortos. a informação ainda não pôde ser confirmada pelas autoridades.Todos os quartéis da Polícia Militar na região, assim como o de Bombeiros, foram deslocados para o local.

"As crianças da escola disseram que realmente foi um grande banho de sangue. Foi horrível", disse um outro pai de aluno.



Informações chegadas agora á redação, são de que já passam para doze o número de adolescentes mortos na tragédia da escola em Realengo.

Sargento Márcio Alves(Herói do Dia)
Ao lado uma foto do Sargento Márcio Alves do Batalhão de Polícia Rodoviária, que estava próximo da escola numa operação com o Detro, quando duas crianças baleadas chegaram correndo pedindo socorro, e dizendo que uma pessoa tinha matado um monte de alunos na escola. D e imediato o Sargento Márcio pediu ao colega para socorrer as crianças, e procedeu para a escola. Reproduzida pela nossa redação, para homenagear esse bravo policial, que se transformou num grande herói, ao entrar na escola sozinho, e tentar mobilizar o atirador, que mesmo baleado na perna, para não se entregar, atirou contra sua própria cabeça.


fonte:odiaonline/redação/ig

Nenhum comentário:

Postar um comentário