domingo, 27 de março de 2011

Policial Rodoviário Federal Preso é Liberado Para Festa.

Justiça autoriza ida de patrulheiro rodoviário federal, acusado de corrupção, à comemoração de 15 anos da filha, em Itaguaí

Rio - Com menos de 24 horas na cadeia, o chefe do Núcleo de Policiamento e Fiscalização da 3ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal (PRF), Vinicius Leandro, conseguiu na Justiça o direito de participar do aniversário de 15 anos da filha, ontem à noite, em Itaguaí, Baixada Fluminense. A comemoração previa missa em uma igreja e festa em uma casa especializada em aniversários. A decisão foi do juiz Marcello Granado, que ocupa vaga no Tribunal Regional Federal 2.

Preso sexta-feira na Operação Pisca-Alerta, da Polícia Federal, Vinícius é acusado de participar de rede de corrupção que agia principalmente na Rodovia Rio-Santos. Nas investigações, ele é apontado como o segundo homem mais importante da quadrilha e cumpria a função de substituir, quando necessário, o chefe da 3ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal.

Vinícius foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por advocacia administrativa, inserção de dados falsos no sistema da Polícia Rodoviária Federal, formação de quadrilha e corrupção.

A partir da ordem judicial, quatro equipes das policiais Federal e Rodoviária Federal foram mobilizadas para fazer a escolta do preso de Presídio Bangu 8, no Complexo de Gericinó, até a festa
em Itaguaí.

A
quadrilha era liderada pelo ex-chefe da 3ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal Renato Regly, sócio de uma empresa de transportes. A atuação do grupo permitia que muita multas fossem ‘aliviadas’ em troca de propina. Foram denunciados pelo MPF à Justiça 18 integrantes — 15 agentes da PRF e três empresários.


fonte: odiaonline

Nenhum comentário:

Postar um comentário