sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Universitária Sofre Seqüestro Relâmpago em Campos.



Arquivo

A universitária Manoela de Souza Chagas, de 18 anos, sofreu na noite desta quinta-feira 17/11, um seqüestro relâmpago, em frente à Faculdade de Direito de Campos.

Segundo á Polícia, por volta das 19 horas, Manoela estava próximo ao portão de entrada da faculdade, na Rua do Príncipe, no Centro de Campos, quando três elementos armados e encapuzados, a abordaram e a colocaram num carro de cor preta, circulando com ela por aproximadamente duas horas, até deixá-la na Rua dos Passos, no Centro de São João da Barra.

Os bandidos levaram da universitária, a quantia de R$ 590,00 que seria para pagar a mensalidade na faculdade.

Ainda dentro do veículo, segundo Manoela, um dos criminosos tentou tirar as suas roupas, mas, um deles impediu que tal fato acontecesse por ela ser filha de um policial, e a para iria sujar feio.
Policiais da 5ª Companhia da Polícia Militar de São João da Barra fizeram buscas durante toda a madrugada desta sexta-feira, e nada foi encontrado.

A universitária procurou ajuda numa farmácia no Centro de São João da Barra, e de imediato os funcionários acionaram a polícia. Os policiais chegaram até o local, e encontraram a universitária em estado de choque, chorando muito.

Aos policiais, ela disse que tinha sido assaltada, e depois contou o que realmente havia acontecido.

O caso foi registrado na 145ª Dp/São João da Barra, que vai investigar o fato.

Um comentário:

  1. como essa moça sofreu, e o trauma, por isso as autoridades devem fazer alguma coisa para evitar esse sofrimento.assaltante deve permanecer na cadeia, pois usam violências com suas vitimas, eas vitmas sofrem trauma olha o sofrimento dessa, moça. nunca mais ira esquecer desse dia.

    ResponderExcluir