quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Mãe que Matou os Filhos a Facadas e Ateou fogo Nos Corpos e na Casa, é Condenada a 42 Anos de Prisão em Regime Fechado.



Fotos Arquivos: Rone Pereira

Síntia Silva Morais, 28 anos, foi condenada a 42 anos e quatro meses de prisão pelas mortes dos dois filhos Enzo, de 1 ano e Lavínia, de 6 anos, depois de ter esfaqueado e ateado fogo nos corpos das crianças.

O julgamento aconteceu nesta quarta-feira 23/11, no Salão de Júri do Fórum Maria Tereza Gusmão de Andrade, em Campos, e levou mais de 12 horas.

A juíza titular da 1ª Vara Criminal, Elisabete Franco Longobardi, presidiu o julgamento.

Dois defensores públicos fizeram a defesa da ré e na acusação atuaram os promotores Rômulo Santos e Bruno Gaspar.

O crime aconteceu no dia 16 de abril de 2010, na residência onde a família morava, na Avenida Campista, no Parque Guarus, no município.

O Ministério Público (MP) denunciou Síntia no artigo 121 do Código Penal (homicídio), parágrafo segundo, incisos II (por motivo fútil) e III (com emprego de fogo), cuja pena varia de 12 a 30 anos de prisão. O então juiz da 1ª Vara Criminal da Comarca de Campos, Leonardo Grandmasson Ferreira Chaves, recebeu a denúncia, deflagrando a ação penal no dia 3 de maio do ano passado.

Na condenação de Síntia, quando da apreciação da sentença, a magistrada considerou as circunstâncias agravantes para fixar à pena, já que a denúncia do Ministério Público (MP) solicitava a observância do artigo 61 do Código Penal, II, alíneas E´ (crime praticado contra descendentes – os filhos) e ´H´ (crime praticado contra crianças).

Na ocasião do crime, Síntia colocou fogo na própria casa, depois de ter esfaqueado os dois filhos. Ela teve 70% do corpo queimado, sendo socorrida para o Hospital Ferreira Machado (HFM), com queimaduras de 1º, 2º e 3º graus. Síntia vai cumprir a pena no anexo feminino do Presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos.

Fonte: Campos 24 Horas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário