quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012




Dizem que mentira tem pernas curtas! E que castigo antigamente vinha a cavalo, mais hoje vem de avião a jato.

As arbitrariedades cometidas contra os policiais e bombeiros no estado do rio tendem a tomar um novo rumo, depois que esposas de militares presos, se reuniram em Brasília com Parlamentares representantes da Comissão Segurança Públicas e Combate ao Crime Organizado e dos Direitos Humanos, onde relataram toda a covardia imputada aos militares.

Os parlamentares, vão querer saber:
Cadê os mandados de prisões dos militares e quem foi o juiz que assinou?
Cadê a autorização da justiça para o grampo que foi feito nos telefonemas envolvendo o Cabo Daciolo e alguns parlamentares?
Como a Rede Globo conseguiu as interceptações telefônicas, que deveria ser segredo de justiça?
Porque os militares presos no Rio foram mandados para o Presídio de Bangu 1, e não para o GEP e BEP?
Porque estão transferindo vários policiais de seus batalhões para outros batalhões no estado?
Na verdade tudo isso vai gerar uma grande demanda de processos, por exemplo: Dano Moral, Constrangimentos, Abusa de Autoridade, Abuso de Poder, Perseguição e outros.
Todos os militares que estão presos, estão assessorados por advogados, que não vão medir esforços, para fazer valer a justiça, para os militares.
Quem pensou que o problema estava sanado, ainda vai ver muita coisa que ainda irá acontecer neste episódio envolvendo o governo do estado e os militares.
O que esperamos, é que tudo se resolva da melhor maneira possível, e que possamos contar com a eficiência destes bravos na segurança da nossa população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário