sábado, 14 de janeiro de 2012

Tres pessoas foram baleadas em Atafona/SJB por Agente Penitenciário que foi preso em flagrante.

O Agente Penintenciário Daniel Menezes S Pinheiro de 27 anos, foi preso em flagrante por policiais militares da 5ª Cia de São João da Barra, após ter efetuado vários disparos contra três pessoas da mesma família, na beira rio perto da Praça de Nossa Senhora da Penha, em Atafona.


Segundo informações as vítimas foram socorridas por um Fiat Strada, e foi interceptada na Br 356, próximo a São João da Barra.


Foto: Daniel Menezes - Divulgação
As vítimas foram colocadas em três ambulâncias e levadas para o Hospital ferreira Machado em Campos.


Um adolescente saiu em estado grave, pois o mesmo levou quatro tiros e corre risco de morte, o pai levou um tiro e o tio dois.


As vítimas foram identificadas no HFM, são elas:

Marco António Pessanha Monteiro de 48 anos.
Alesssandro Pessanha Monteiro de 35 anos.
Douglas de Moura Monteiro 17 anos, que faleceu no HFM.


O Agente Penitenciário Daniel Menezes S Pinheiro , foi preso em flagrante, está prestando depoimento na 145ª Dp/SJB, e deverá ser levado para a Central de Flagrantes do final de Semana a 134ª Dp/Centro de Campos.

5 comentários:

  1. Essa familia não merecia isso, o amor das pessoas realmente estão se esfriando. Senhor dê forças a esses pais.

    ResponderExcluir
  2. foi preso agente penitenciario em flagante, faleceu um menor, que dor deve estar passando a familia, a sociedade, acredita, na policia, tem a policia como quardiã,e agora como vamos pensar, desta forma, os pliciais, devem obedecer a ordem do tenente coronel, a mudança, é que esta encomodado os policiais, mais será porque, não podemos aceitar o que aconteceu com esta familia,onde estar o amor, queremos viver em paz. Queremos poder sair as ruas, queremos ir no culto, queremos que nossos netos, vão as escolas e valtem com vida, queremos ser feliz.Queremos que a policia use a arma para se defender, apenas quando não houver outro jeito, só não aceitamos covardia.

    ResponderExcluir
  3. Intolerância!

    Fico aqui a pensar o que leva a alguém,
    A extravasar numa arma sua violência,
    Tirando vidas sem a menor clemência,
    Sem amor ao próximo, um total desdém!

    Tal notícia não me sai do pensamento,
    Uma discussão banal por uma idiotice,
    Acometendo então essa brutal sandice,
    Bastava tolerância naquele momento!

    Quantos tantos terão que morrer,
    Pelas duras mãos da intolerância,
    Fruto podre de uma tola ignorância!

    Precisa-se refletir sobre como viver,
    Numa sociedade aonde só há violência,
    Criando novas regras para tal convivência!

    © SOL Figueiredo
    16/01/2012 – às 18:18h

    Publicado no Recanto das Letras em 16/01/2012 – às 18:23h
    Soneto escrito diante de tal crime!

    ResponderExcluir
  4. Vagabundo q nem porte de arma tem! Vigia de bandido que se acha policia! Agora vai estar do lado certo da cela!!

    ResponderExcluir
  5. Pobre familía!!!!!!!Pobre mãe!!!!!!!Que Jesus em sua ifinita bondade a console.Que NÃO seja mais um crime em pune.

    ResponderExcluir