domingo, 13 de maio de 2012

Oficial reformado da polícia militar é assassinado á tiros em Campos.

Foto: Rone Pereira
Após receber uma denúncia anônima, através do Disque-Denúncia, policiais militares encontraram neste domingo (13/05), num canavial na localidade de Vila de Palha, próximo a Guandu, em Campos, o corpo do policial militar reformado, Luiz Carlos Miranda Cerqueira de 45 anos. O oficial reformado estava desaparecido desde a madrugada de sábado (12/05).

Segundo informações da esposa do policial, Sônia Maria Franco Barbosa Cerqueira, de 44 anos, ele saiu de casa, em Travessão, por volta das 3h15, para cuidar de duas propriedades rurais da família, não retornando mais.

Luiz Carlos pilotava a motocicleta Honda Titan vermelha, placa LPR 3204, e segundo a perícia, antes de levar pelo menos cinco tiros, ele caiu numa armadilha, pois há marcas semelhantes às de arame farpado, em seu peito, braços e pescoço. 

A perícia constatou que um arame foi amarrado a duas estacas, atravessando a estrada, para que ele caísse quando passasse de moto.

"Acredito que armaram para ele. Alguém que sabia a hora exata em que o Luis iria sair de casa. Não há outra explicação para tal atrocidade", contou Sônia, que disse não suspeitar de ninguém.

O corpo foi encontrado no canavial, junto à motocicleta. Os documentos da vítima, assim como as chaves das propriedades, dinheiro, carteira, cartões e talões de cheques foram levados.

Sônia ainda revelou que, o ex-policial se aposentou há 10 anos, depois de exatamente no Dia das Mães, sofrer um acidente de trânsito numa viatura, o que o teria impossibilitado de continuar exercendo suas funções. 

"Ele reformou no Dia das Mães e tragicamente morreu na mesma data comemorativa".

Fonte: Ururau

Nenhum comentário:

Postar um comentário